Rolim de Moura,
33°C

Rolim de Moura
Restituição do imposto de renda 2019 pessoa física
Mas é as pessoas que não encontraram seu nome durante a consulta o que fazer e como proceder?

Por Mário Jensen
Publicado 10/09/2019
A A
Fotos: Rolim Notícias

A Receita Federal liberou, na segunda-feira, dia 09, a consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2019. O lote contempla ainda restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

Segunda a Receita, 2,81 milhões de contribuintes terão direito à restituição que será creditada no dia 16 de setembro, totalizando o valor de 3,5 bilhões de reais.

Mas é as pessoas que não encontraram seu nome durante a consulta o que fazer e como proceder?

“Nos que temos os nossos salários e a retenção do imposto de renda na fonte, permanecemos aguardando a restituição ate como uma forma de decimo terceiro salário, esse quarto lote ele liberou para varias pessoas a restituição do imposto de renda, então é fácil e provavelmente você já deve ter consultado a base de dados da Receita Federal, quem vai receber a restituição na próxima segunda-feira, dia 16, já esta constando no banco de dados as informações referente a esse deposito no dia 16 de setembro de 2019, destaca o Auditor Fiscal, Emerson Boritza. 

De acordo com Emerson, agora quem  consultou o nome e não apareceu no banco de dados, pode ter ocorrido duas situações; a informação que seu nome continua na base de dados da Receita Federal em fila de restituição, significa que foi processado e não encontrou nenhum problema e só está aguardando os próximos lotes, devido a Receita Federal tem o orçamento dela e tem uma escala de pagamento dessas restituição, a outra possiblidade é que a declaração tenha ficado em “malha”, pode haver alguma situação que apresenta divergência entre o que você informou e entre aquilo que a Receita Federal entende que devido ou não. 

“Se por ventura sua declaração apresentou este status, ou seja continua na base de dados da Receita Federal aguardando processamento e se você não tem o código de acesso ou certificado digital, o certo é você fazer o seu código de acesso ao site da Receita Federal, acesse o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC), onde você consulta toda sua declaração e veja que pendências são essas. E uma maneira do contribuinte verificar se você realmente fez a declaração correta, se há algum documento pendente ou houve alguma inconsistência entre o que você informou e entre o que fonte pagadora informou, pode haver alguma divergência, então basta você retificar a sua declaração e essa pendencia irá sair e você passa para a fila de restituição, sublinha Emerson Boritza. 

 

Fotos: Rolim Notícias

Fonte: Rolim Notícias

Contribuintes   Restituição   Imposto de Renda   pessoa física   Receita Federal  

Mais em Rolim de Moura

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.