Rolim de Moura,
32°C

Polícia
Tio de menina de 6 anos encontrada morta confessa assassinato
Homem foi preso no Rio de Janeiro, na noite dessa quinta-feira. Corpo de menina foi encontrado com sinais de estrangulamento

Por Metrópoles
Publicado 11/10/2019
A A

Preso no Rio de Janeiro, o tio de Estela Evangelista de Oliveira, de 6 anos, confessou em depoimento à Divisão de Homicídios da Capital (DH), na noite dessa quinta-feira (11/10/2019), o assassinato da menina. Paulo Evangelista, 29, era procurado para prestar esclarecimentos, por ter sido a última pessoa vista com a criança, encontrada morta com sinais de estrangulamento. No entanto, ainda não se sabe a motivação do crime brutal.

O suspeito foi detido por agentes da Operação Aterro Presente. Na abordagem, segundo a polícia, ele estava sem documentos. O homem foi conduzido até a 9ª DP (Catete), onde agentes reconheceram a identidade dele por meio das digitais.

De acordo com a investigação, Paulo havia levado Estela, no sábado (05/10/2019), quando saíram juntos para ir à praia, mas não retornaram. O corpo da criança só foi encontrado na quarta-feira (09/10), no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, onde a família morava. Ela estava sob uma escada, enrolada em um lençol e em um tapete e coberta por sacos plásticos pretos. Estela foi reconhecida por familiares pelas roupas e um colar que usava no dia do desaparecimento.

Segundo o jornal Extra, o homem foi reconhecido por um morador de rua, que alertou a polícia. “Eu reconheci ele pela foto que a irmã mandou e por uma tatuagem que ele tem. Assim que percebi que era ele, fui atrás da polícia. Ele se mostrou um cara muito frio”, comentou a testemunha ao jornal.

O laudo preliminar aponta que a morte ocorreu por asfixia mecânica (enforcamento) e não há sinais de que tenha sido vítima de violência sexual. O laudo definitivo, que pode mostrar se houve abuso sexual, sai em até 30 dias. A menina deve ser enterrada na tarde de hoje.

Tragédia familiar
A mãe de Estela está em estado de choque, de acordo com parentes. A garota não foi a primeira filha a partir. Luciana José Evangelista, 24, perdeu o filho Eron, de 2, em julho deste ano, vítima de uma pneumonia.

Fonte: Metrópoles

confessou   Tio   ASSASSINATO   Rio de Janeiro   estrangulamento  

Mais em Polícia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.