Rolim de Moura,

Cidades
5 barragens de Rondônia são interditadas por falta de estabilidade
Barragens estão localizadas em Ariquemes. Prazo para apresentar documento terminou em 30 de setembro.

Por G1/RO
Publicado 11/10/2019
A A
Foto: Beadell Resources/Divulgação

Cinco barragens de Rondônia foram interditadas na quinta-feira (10) por não atestarem a estabilidade da estrutura. O prazo para apresentar a estabilidade era até 30 de setembro.

Segundo a Agência Nacional de Mineração (ANM), todas as barragens interditadas são de responsabilidade da Cooperativa de Garimpeiros de Santa Cruz, em Ariquemes (RO).

A Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) é um documento feito pela própria mineradora e precisa ser enviado à ANM sempre em março e setembro de todo ano. Na primeira verificação, a empresa pode escolher elaborar ela mesmo a declaração. Mas, na segunda verificação, a mineradora é obrigada a contratar uma consultoria externa para o trabalho.

A DCE é elaborada pela própria empresa e precisa ser enviado à ANM duas vezes ao ano: nos meses de março e setembro. Na primeira etapa, quem declara a DCE e atesta a estabilidade é o empreendedor.

Ele tem a opção de fazer na própria empresa ou contratar uma consultoria externa. Já na segunda entrega, a empresa é obrigada a contratar uma consultoria externa. Quando o empreendedor não entrega a DCE, o sistema gera automaticamente uma multa e a barragem é interditada. Foi o que aconteceu com as cinco barragens de Rondônia.

Abaixo, veja as barragens interditadas em Rondônia:

Belíssima, em Ariquemes (RO)
Jacaré inferior, em Ariquemes (RO)
Jacaré médio, em Ariquemes (RO)
Jacaré superior, em Ariquemes (RO)
Rio Santa Cruz, em Ariquemes (RO)
Das cinco barragens interditadas, uma utiliza o minério de estanho secundário e, as outras quatro, aluvião estanífero.

 

Fonte: G1/RO

interditadas   5 barragens   Rondônia   Estabilidade   Ariquemes  

Mais em Cidades

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.