Rolim de Moura,
24°C

Geral
Com corte de custos, Semtran economiza quase meio milhão de reais com produção própria de placas
Parcerias e reaproveitamento de material permitem a secretaria economizar 76% no valor das placas

Publicado 12/11/2019
A A
Foto: Assessoria

A sinalização vertical em Vilhena, por meio de placas, avança rapidamente e com economia. A Secretaria Municipal de Trânsito (Semtran) revelou relatório nesta semana onde fica demonstrada economia de até 76% na produção das quase 3 mil placas que a secretaria já instalou na cidade desde julho do ano passado. O método de fabricação dos itens leva em conta parcerias e reaproveitamento de materiais para garantir redução nos custos de até meio milhão de reais.

Nos últimos 16 meses a Semtran fez a implantação de 2.995 placas. Caso tivesse optado pelo modo tradicional de aquisição de placa, a Semtran teria utilizado dos cofres públicos cerca de R$ 600 mil até o momento, visto que o valor da placa pronta varia de R$ 191 a R$ 203.

Roccio Aires, secretário da pasta, destaca que o trabalho da secretaria é cortar custos e tentar reaproveitar materiais já existentes, além de procurar parcerias para a produção. “Recebemos doações de chapas já usadas do DNIT, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. A madeira foi doada pelo Ibama, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. A mão-de-obra é a Semtran com o corte das lâminas metálicas, pintura, padronização, transporte e implantação. Nosso trabalho está sendo reconhecido até pelos estados vizinhos. Recentemente servidores de Comodoro, no Mato Grosso, vieram ver como a Semtran funciona para aplicar as mesmas técnicas lá”, destaca.

Num somatório de todos os custos, incluindo os gastos com gasolina do veículo para transporte e locomoção, parafusos, fitas para pintura, mão-de-obra e outros, cada placa custa ao município atualmente apenas R$ 46,45, representando uma economia de 76% em relação aos valores cotados, visto que as quase 3 mil placas instaladas no período custaram somente R$ 139 mil.

O prefeito Eduardo Japonês lembra que a política de bom uso dos recursos públicos é uma diretriz de toda a Prefeitura em sua gestão. “Usar o recurso disponível com sabedoria é importante para fazer mais com menos. A Semtran é exemplo nisso e vem realizando um grande trabalho com a sinalização da cidade, fazendo de Vilhena um exemplo em sinalização para todo o Estado ao mesmo tempo em que economiza recursos públicos”, completa.

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

Fonte: Assessoria de Imprensa

Economia   Semtran   Vilhena  

Mais em Geral

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.