Rolim de Moura,
24°C

Geral
Brasil reconhece Jeanine Áñez como presidente interina da Bolívia
A senadora comunicou a decisão após em uma sessão na Casa para discutir a sucessão de Evo Morales, que deixou o cargo no último domingo

Por THAÍS PARANHOS
Publicado 13/11/2019
A A
Foto: Divulgação

O governo brasileiro reconheceu a senadora Jeanine Áñez como a presidente interina da Bolívia, após a renúncia de Evo Morales, e disse desejar “aprofundar a fraterna amizade” com o país. O comunicado foi feito na conta oficial do Ministério das Relações Exteriores no Twitter.

“O governo brasileiro congratula a Senadora Jeanine Añez por assumir constitucionalmente a Presidência da Bolívia e saúda sua determinação de trabalhar pela pacificação do país e pela pronta realização de eleições gerais. O Brasil deseja aprofundar a fraterna amizade com a Bolívia”, informa o tuíte.

Áñez se declarou a nova presidente em uma sessão para discutir a sucessão de Evo Morales na Bolívia, realizada nessa terça-feira (12/11/2019). Na ocasião, não houve quórum para decidir a situação. “Assumo de imediato a presidência e me comprometo a assumir todas as medidas necessárias para pacificar o país”, disse Jeanine no Senado.

Segunda vice-presidente da Casa, Jeanine tomou a decisão após Evo Morales e o vice, Álvaro García Linera, a presidente do Senado, Adriana Salvatierra, e o presidente da Câmara dos Deputados, Victor Borda, que seriam os próximos na linha de sucessão, renunciarem.

Evo Morales renunciou à Presidência da Bolívia no último domingo (10/11/2019), após um relatório da Organização dos Estados Americanos (OEA) apontar que houve fraude nas eleições gerais realizadas em 20 de outubro.

O agora ex-presidente perdeu apoio das Forças Armadas, que o pressionaram para deixar o cargo.

Fonte: Metrópoles

Novo Presidente   brasil   Bolívia   interina  

Mais em Geral

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.