Rolim de Moura,
31°C

Enfermeira atinge e arrasta veículo na BR-174 por mais de 100 metros e alega estar “dopada”
Passageiro de Pálio passou mal e precisou ser levado ao hospital.

Publicado 15/01/2020
Atualizado 15/01/2020
A A
Foto: Divulgação

O acidente de trânsito aconteceu na noite desta terça-feira, 14 de Janeiro, na BR-174 (avenida Jô Sato), cruzamento com a avenida Brasil, no bairro Jardim das Oliveiras, perímetro urbano de Vilhena/RO.

De acordo com o apurado, a enfermeira dirigia um automóvel Hyundai HB-20 de cor branco e placas de Pimenta Bueno/RO e transitava em alta velocidade pela BR-174 sentido BR-364, quando “patrolou” um quebra-molas, pouco antes do cruzamento com a avenida Brasil e atingiu a traseira do carro a sua frente.

O motorista do veículo Fiat Pálio de cor cinza com placas de Porto Velho/RO transitava pela rodovia sentido BR-364 quando foi atingido e teve o carro arrastado por mais de 100 metros.

Após percorrer mais de 100 metros arrastando o Fiat Pálio, a enfermeira conseguiu parar totalmente o Hyundai, resultando em vários danos materiais nos dois carros.

Populares acionaram a presença da Polícia Rodoviária Federal (PRF), sendo que uma viatura foi ao local dos fatos, constatando débitos no licenciamento anual do Pálio, recolhendo o carro ao pátio da PRF.

O passageiro que estava no Pálio passou mal e precisou ser levado ao pronto-socorro do Hospital Regional para receber atendimentos médicos, sendo liberado na sequência.

Para a polícia, a enfermeira alegou estar “dopada” por antidepressivos, uma vez que faz tratamento na luta contra depressão; ou seja, ela estava sob efeito de medicamentos. Ela que disse ter até mesmo esquecido o portão da casa onde mora aberto e assumiu sua responsabilidade de arcar com os danos materiais causados no Pálio.

Vale ressaltar que nenhum dos motoristas apresentou embriaguez da direção.

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?