Rolim de Moura,
29°C

Rondônia
Rondônia se torna polo de tratamento oncológico na região Norte
O equipamento de alta tecnologia é um investimento do Ministério da Saúde e faz parte do Plano de Expansão da Radioterapia do governo federal

Publicado 26/02/2020
Atualizado 26/02/2020
A A
Fotos: Ésio Mendes

A entrega de um acelerador linear usado para radioterapia no tratamento de pacientes com câncer em Rondônia nesta última semana mostrou que o Estado é autossuficiente nessa demanda, além de atender grande parte da população que sofre com esse mal nos estados do Acre e Roraima.

O equipamento de alta tecnologia é um investimento do Ministério da Saúde e faz parte do Plano de Expansão da Radioterapia do governo federal. O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, agradeceu ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, pela sensibilidade de destinar o equipamento ao estado de Rondônia e assim contribuir para o tratamento humanizado.

O acelerador está instalado no Hospital do Amor da Amazônia, em Porto Velho. De acordo com Henrique, com um equipamento o hospital atendia 70 pessoas por dia, mas ainda tinha uma demanda de pacientes que precisavam se deslocar para Barretos (SP).

‘‘Rondônia passa a ser autossuficiente para toda demanda de paciente em tratamento de radioterapia. Com a chegada desse novo equipamento, atende não só todo o Estado, mas também está absorvendo cerca de 80% da demanda do Acre, 90% da demanda de Roraima, e 90% do Amapá’’, disse Henrique Prata, responsável pelo Hospital do Amor.

A estimativa é que mais de 140 pacientes sejam atendidos diariamente com o novo equipamento.

Fonte: Rondoniaovivo

Referência   Rondônia   Porto Velho   Jair Bolsonaro   Marcos Rocha   Radioterapia   Investimento  

Mais em Rondônia

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?