Rolim de Moura,

Rondônia
Leitos de UTI estão perto da ocupação máxima em Rondônia, diz Sesau
Cemetron e Samar não têm mais leitos de UTI disponíveis em Porto Velho. Segundo a secretaria, sobrecarga também está atingindo a rede particular de saúde.

Por G1 RO
Publicado 31/05/2020
A A
Foto: Ítalo Ricardo/Sesau

Rondônia está perto da ocupação máxima dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Até o último sábado (30), 319 pessoas estavam internadas nas redes estadual, municipal e privada de saúde em todo o estado.

Em uma publicação feita em redes sociais, a secretaria afirma que um colapso no sistema de saúde é temido, e reforça o pedido de isolamento social à população.

O Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron) está com todos os leitos de UTI ocupados, assim como os leitos alugados pelo Estado no Hospital Samar. A Assistência Médica Intensiva (AMI) está em uma situação semelhante, e possui apenas cinco leitos disponíveis, segundo portal Covid-19 do Governo do Estado.

De acordo com a Sesau, todos os hospitais de referência estão sendo usados para tratar pacientes, a maioria idosos, afetados pelo vírus. Essa sobrecarga também estaria atingindo a rede particular. A secretaria ressalta que um hospital de campanha deve ficar pronto nos próximos dias, "entretanto, se os números continuarem crescendo, um colapso poderá acontecer", diz a nota.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

* Urgente Rondônia tem quase 100% das UTIs lotadas por coronavírus e Sesau teme colapso O Hospital de referência Cemetron por exemplo, já está na sua capacidade máxima e não consegue receber outros pacientes para realizar o tratamento.. Assim como a AMI. O governo reforça a necessidade de isolamento social Todos as unidades hospitalares de referência estão sendo usados para tratar casos de coronavírus. A maioria dos pacientes tem mais de 75 anos, mas tem alguns jovens também. O mesmo acontece na rede particular que também está sobrecarregada. Por isso, os Cemetron, Ami, e o Samar estão apresentando picos de internações por covid-19 nos últimos dias. Até o momento, são 319 internados casos confirmados e suspeitos no estado e mais de 151 mortes. Esses números, de acordo com especialistas, mostram que a população deve mais do que nunca respeitar o isolamento social, pois, no momento tem se mostrado a forma mais eficiente de combate à doença. A responsabilidade de todos . O governo de Rondônia está fazendo a sua parte. Comprou um hospital de campanha que ficará pronto nos próximos dias e contratou leitos no Hospital do Amor. Entretanto, se os números continuarem crescendo, um colapso poderá acontecer. Respeite o isolado social. É por você . Por sua família. Por todos.

Uma publicação compartilhada por Sesau_RO (@sesau_ro) em

 

Fonte: G1 RO

Estado   Saúde   Terapia Intensiva   Saúde   Unidade   Terapia   Médica Intensiva   Leitos   Secretaria   Intensiva  

Mais em Rondônia

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?