Rolim de Moura,
27°C

Rondônia
Governo nega prisão para quem violar isolamento restritivo em Porto Velho
Confira na íntegra: 

Publicado 09/06/2020
Atualizado 09/06/2020
A A
Fotos: Frank Néry

O governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha, usou as redes sociais para esclarecer “boatos”, referente a possíveis prisões por descumprimento do decreto estadual.

De acordo com o Coronel, não haverá prisões por descumprimento do decreto estadual que impõe isolamento social restritivo em Porto Velho e Candeias do Jamari (RO) até 14 de junho, houve uma interpretação errada sobre Operação C-19 para fiscalizar o cumprimento do decreto.

Confira na íntegra: 

É falsa a alegação de que haveria prisões pelo descumprimento da normativa de Isolamento Social em Porto Velho e Candeias do Jamari. Esse não foi e não será o procedimento passado para a tropa. NÃO PERMITIREI! Sou contra essas ações no estado de direito que vivemos e mesmo que estejamos em um momento de exceção, entendo que NÃO É ACEITÁVEL! A fala foi equivocada gerando interpretações diversas e já está sendo alardeada por veículos para fortalecer uma narrativa não verdadeira. A normativa visa a maior adesão da população ao distanciamento social. Apenas.

Detalhe: o Isolamento Social Restritivo por 7 dias está apenas em Porto Velho e Candeias do Jamari, que foi direcionado para a FASE 0 do Plano “Todos por Rondônia”, em razão da falta de leitos. A intenção é que a normativa quebre o ciclo de contágios e facilite a aplicação de testes em massa (que virou notícia em todo o país pela grande quantidade de testes e por seguir a entrega dos medicamentos na fase inicial, o Protocolo da Hidroxicloroquina).

— O Estado de Rondônia garantiu o direito de acesso ao Protocolo da Cloroquina/Hidroxicloroquina desde o início. Compramos estoque em março e desde então tem sido o procedimento na REDE ESTADUAL, de nossa responsabilidade. Mas a REDE ESTADUAL é responsável pelo tratamento de casos graves e de alta complexidade. É ORIENTAÇÃO nossa que A REDE MUNICIPAL, responsável pela atenção básica (o tratamento na fase inicial), disponibilize o direito de acesso ao Protocolo da Cloroquina desde o início, pois entendemos que assim o tratamento será adequado. Muitas cidades já estão fazendo. Alguns municípios não quiseram adotar. Outras não têm estoque e estão com dificuldade em comprar. Por isso, realizamos uma grande entrega do ESTOQUE ESTADUAL para TODAS AS CIDADES.

— SOMADO A ISSO, fizemos a testagem em massa pelo Estado, com a entrega dos medicamentos assim que a pessoa testar positivo. Procedimento que será repetido nos próximos dias. Tanto que o drive-thru foi feito no CPA. Também, foi repassado para TODOS os municípios (inclusive Porto Velho) os testes rápidos. Confiamos que os gestores municipais farão a testagem em massa.

— Nos Municípios que tiveram surtos proporcionalmente expressivos, enviamos missões (como Guajará Mirim e São Miguel) específicas. Veja na página da SESAU - Secretaria de Estado da Saúde.

— Em relação às compras do Estado e aplicação dos recursos, estão disponíveis no Portal da Transparência de Rondônia. É importante que todos fiscalizem. Somos funcionários da população e nosso dever, a transparência. Existem pessoas que tentam distorcer isso. É preciso prudência para não serem enganados. Rondônia é líder em transparência na nossa gestão, com reflexo em todo o Brasil. É necessário o acompanhamento de todos, denunciando qualquer erro. Faço questão de verificar e cortar na raiz.

 

 

Fonte: Rolim Notícias

Coronel Marcos   Marcos Rocha   Porto Velho   Isolamento Social   Decreto Estadual   Velho   Jamari   Porto   Possíveis Prisões  

Mais em Rondônia

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?