Rolim de Moura,
19°C

Geral
Dólar tem nova alta e volta atingir R$ 5,25
Investidores têm tom de cautela atentos às “ameaças” representadas pelos recentes surtos de novo coronavírus em partes da China e dos Estados Unidos

Publicado 17/06/2020
A A
Foto: Reuters / Gary Cameron

O dólar comercial oscila sem direção definida frente ao real desde a abertura dos negócios chegando a operar com sinais negativo e agora, ensaia alta observando o movimento da moeda no exterior enquanto aqui, é dia de decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) no qual o mercado aposta em um corte de 0,75 ponto percentual e se
atenta ao comunicado do Banco Central (BC) quanto aos próximos passos.

Às 10h04 (de Brasília), a moeda norte-americana oscilava em alta de 0,22% no mercado à vista, cotada a R$ 5,251 para venda, enquanto o contrato para julho tinha leve alta de 0,08%, a R$ 5,253.
Aqui, é dia de decisão de política monetária e para o economista-chefe da Infinity Asset, Jason Vieira, a decisão tem mais desafios à frente do que na decisão atual.

“Com consenso de corte de 0,75 pp, em que absolutamente nenhuma surpresa pode ser descartada, o Copom deve lidar tanto com indicadores muito ruins de atividade econômica, em especial em serviços e no varejo, mas com os desafios dos impactos do câmbio na economia”, avalia.

Lá fora, investidores têm tom de cautela atentos às “ameaças” representadas pelos recentes surtos de novo coronavírus em partes da China e dos Estados Unidos, comenta o economista-chefe da SulAmérica Investimentos,
Newton Rosa, calibrando com estímulos fiscais e monetários de bancos centrais anunciados nos últimos dias e “animados” com recentes fluxos de indicadores econômicos mostrando que o “fundo do poço” de importantes economias “já ficou para trás”.

Fonte: Canal Rural

Em Alta   Dólar   Políticas   Estados Unidos   Moeda   Covid 19   Banco Central  

Mais em Geral

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?