Rolim de Moura,
33°C

Polícia
PRF apreende 6 caminhões com madeira e carvão ilegal em menos de 24h na BR 174
Foram apreendidos 121,95 m³ de madeira e 20 m³ de carvão em 6 (seis) caminhões durante a manhã de sábado(20) e a madrugada de domingo (21).

Publicado 23/06/2020
A A
FOTO: ASSESSORIA

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 6 (seis) caminhões transportando madeira e carvão de forma ilegal em menos de 24h na BR 174.

A primeira grande apreensão ocorreu na manhã de sábado (20) quando a equipe abordou duas combinações (caminhão trator + semirreboque) de veículos que chegavam a Manaus no KM 884.

Ao iniciar os procedimentos de fiscalização do condutor, veículo e carga, observou que havia indícios de ilegalidade no Documento de Origem Florestal (DOF) o que foi constatado depois em contato com a perícia da Polícia Federal do Amazonas.

Os dois condutores informaram à equipe que se tratava da primeira vez que faziam esse tipo de transporte. A madeira vinha do município de Rorainópolis-RR e tinha como destino o estado do Rio de Janeiro e Alagoas.

Nessas duas combinações foram apreendidas 53,08‬ m³ de madeira da espécie de Maçaranduba – Manikara spp.

Mais 4 (quatro) caminhões apreendidos na madrugada de domingo
Na madrugada de domingo (21) mais 4 (quatro) caminhões foram apreendidos pela PRF desta vez na Unidade Operacional de Manaus no KM 927 da BR 174.

A primeira ocorrência foi por volta das 4h da manhã quando a equipe abordou um caminhão com um carga de 20m³ de carvão vegetal de resíduo.  Foi constatado que o condutor e a empresa transportadora não possuíam licença para realizar o transporte caracterizando o crime ambiental.  A carga tinha como destino a cidade de Manaus.

Por volta das 5h foram abordados mais 2 (dois) veículos, após o início da fiscalização os policiais constataram mais ilegalidades nos documentos florestais, a empresa estava com Laudo de Origem Florestal Irregular, apresentando indícios de fraude o que foi constatado pela Polícia Federal.

Foram apreendidos 38 m³ de madeira da espécie Angelim pedra – Hymenolobium  e 25.29m³ da espécie Maçaranduba – Manikara spp configurando o Crime Ambiental. A carga tinha como destino o estado do Rio de Janeiro e Bahia.

Última apreensão

Por volta das 5h30 mais um veículo foi abordado, desta vez foram apreendidos 25,58 m³ de madeira da espécie Angelim-vermelho – Dinizia excelsa. A empresa também estava com Laudo de Origem Florestal Irregular. A carga tinha como destino o estado da Paraíba.

Todos os condutores foram encaminhados à Superintendência da Polícia Federal para realização dos procedimentos cabíveis. Os veículos estão à disposição da perícia da Polícia Federal.

No total foram apreendidos 121,95 m³ de madeira e 20 m³ de carvão.

FOTO: ASSESSORIA

Fonte: Assessoria de Imprensa

Florestal Irregular   Origem Florestal   RODOVIÁRIA Federal   Polícia Rodoviária   Polícia Federal  

Mais em Polícia

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?