Rolim de Moura,
30°C

Esporte
Corrida virtual: atletas de RO participam de tradicional ultramaratona da África do Sul
Sem a Comrades no continente africano devido a pandemia do novo coronavírus, corredores de Rondônia participam da prova à distância.

Publicado 27/06/2020
A A
Foto: Arquivo pessoal

O sonho de muitos corredores de rua é um dia participar de uma grande maratona numa união de atletas de várias partes do mundo. A ultramaratonista Liduina Mendes sabe bem o que isso significa.

- A gente passa o ano inteiro treinando e se organizando para viajar e ter a alegria de correr numa ultra, ainda mais na da África do Sul.

O parceiro de corrida de “Lidu”, o Tarso Holanda também sonhava correr na Comrades Marathon 2020, no continente africano. Mas veio a pandemia do novo coronavírus e a prova foi cancelada, assim como as demais competições internacionais para se evitar a proliferação do vírus entre as nações.

Mas se os corredores não poderiam ir à África para correr, surgiu a ideia de promover uma prova semelhante em Porto Velho, só que respeitando as medidas de isolamento social conforme o Decreto de Estado de Calamidade Pública, em Rondônia. Os organizadores, ao cancelarem a maratona em decorrência da pandemia, lançaram uma corrida virtual para o mundo todo, como lembra Liduina Mendes.

Bastavam os corredores se inscreverem e definirem o percurso que pretendiam correr nos países e nas cidades onde moram. As ações filantrópicas envolvidas, que sempre marcaram a Comrades Marathonda África do Sul, estavam assegurando também esta edição.

- Não é só correr, existe a arrecadação para reverter às comunidades de cada lugar, as que mais necessitam, e para as comunidades africanas que dependem muito do que é revertido com a realização da ultramaratona, complementa o atleta Tarso Holanda.

Percurso Amazônico
A ultramaratona definida por Liduina Mendes e Tarso Holanda foi de 90 quilômetros em estrada. Os corredores foram para o Sul do Amazonas e a largada foi meia-noite, numa estrada rural.

A saída foi com o tema tradicional da ultramaratona sul africana, a música: Shosholoza, de autoria de Helmut Lotti.

Foram doze quilômetros iniciais de estrada de chão pela zona rural de Canutama (AM) até a BR 319. Depois os corredores seguiram sentido Humaitá (AM), para completar um percurso de 90 quilômetros.

Chegada
Liduina Mendes completou os 90 quilômetros com 13h de corrida. Tarso Holanda cumpriu o percurso em 11h40.

- A corrida virtual contou com a adesão de muita gente que gosta do esporte e principalmente, se mostraram solidárias com as pessoas que não tem o que comer, conclui emocionada Liduina Mendes.

A corrida valendo pela Comrades Marathon 2020, em Rondônia (mesmo tendo percurso no Amazonas) resultou em donativos que foram entregues para duas instituições de assistências em Porto Velho.

Corrida de 2021
Esperançosos e agradecidos pelos apoios recebidos, Liduina Mendes e Tarso Holanda já voltaram aos treinos após a prova de 90 quilômetros. O objetivo já está traçado para o ano que vem. Os dois estão confiantes que a pandemia da Covid-19 vai passar. E serão presenças garantidas na Comrades Marathon 2021. Vão levar o nome do Brasil e a bandeira de Rondônia.

Fonte: GloboEsporte

Corrida   Liduina Mendes   Tarso Holanda   Comrades Marathon   Mendes   Liduina   Holanda   Tarso   Porto Velho   Comrades  

Mais em Esporte

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?