Rolim de Moura,
36°C

Maia diz que eleição não poderia comprometer ações sanitárias
Os deputados aprovaram em dois turno nesta quarta-feira (1º) a proposta que adia as disputas municipais para novembro

Publicado 02/07/2020
A A

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), comemorou a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição que adia as eleições municipais. Em seu Twitter, o deputado afirmou que "a eleição não poderia comprometer as ações que buscam salvar vidas e proteger as famílias".

Os deputados aprovaram em dois turno nesta quarta-feira (1º) a proposta que adia as disputas municipais para novembro. A promulgação da PEC está prevista para sessão do Congresso de amanhã, às 10h.

"Infelizmente, ainda vivemos um momento muito crítico da pandemia, com seu avanço para o interior do País", ponderou Maia. Ele destacou que a novas datas, 15 e 29 de novembro, para primeiro e segundo turno, foram orientações de especialistas de saúde.

"As novas datas atendem às sugestões de médicos e especialistas, pois teremos um cenário melhor em relação à expansão do vírus, e as pessoas poderão conhecer de forma mais democrática e transparente os seus candidatos", declarou.

Maia parabenizou ainda o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) pela rápida tramitação da PEC no Senado e também os deputados por chancelarem o texto. Ele agradeceu a atuação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por ter participado ativamente do debate e indicado os detalhes que envolvem o processo eleitoral.

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?