Rolim de Moura,
36°C

Presidente do Barcelona esfria negociações por Neymar
Josep Maria Bartolomeu diz que PSG não quer se desfazer de estrelas

Publicado 13/07/2020
A A

Ao que tudo indica, não haverá novela Neymar no fim desta temporada. Em entrevista concedida nesta segunda (13) ao programa Onze, da TV3, da Catalunha, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartolomeu, esfriou os ânimos de quem esperava uma possível transferência do craque brasileiro para o clube.

Perguntado sobre as negociações com o atacante, Josep Bartolomeu afirmou que não acredita que o Paris Saint Germain vá negociar qualquer jogador nesta temporada e que Neymar deve continuar na França. Um dos motivos seria a crise econômica que os clubes enfrentam com a pandemia do novo coronavírus.

O próprio Barcelona tem dificuldades para negociações. Josep Maria Bartolomeu confirmou que o clube fez proposta para ter o argentino Lautaro Martínez, mas admitiu que as conversas com a Inter de Milão, por enquanto, estão paradas.

“Conversamos sobre Lautaro com a Inter há algumas semanas, mas agora o assunto está parado. Agora não estamos falando sobre isso. Temos que terminar o Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões e ver quais são as prioridades. É também um momento de reflexão interna para esclarecer como a crise está afetando o clube. É um mercado em que você não consegue pensar em grandes investimentos. Precisamos ver quando as pessoas podem retornar aos campos, os turistas ao museu. Temos que esperar e ver como tudo evolui”, revelou à TV3.

De acordo com o site internacional da ESPN, a transferência do argentino para o Barça depende da venda de Philippe Coutinho. Emprestado até o fim da temporada para o Bayern de Munique, o brasileiro é visto como o atleta de maior potencial de retorno financeiro à equipe catalã. Contratação mais cara da história do clube, Coutinho custou 160 milhões de euros aos cofres do Barcelona, cerca de R$ 966 milhões de reais na cotação atual. Com a pandemia do novo coronavírus e o futebol abaixo do esperado do jogador, o clube tem dificuldade de recuperar o valor gasto em 2018.

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?