Rolim de Moura,

Vilhenense sai na frente contra o Bragantino, mas sofre a virada no segundo tempo
Próximo desafio do Leão será no Portal da Amazônia contra o Ji-Paraná

Publicado 21/09/2020
A A

O Vilhenense jogou na tarde deste domingo, 20, em Bragança-PA, contra o Bragantino pela rodada de abertura do Campeonato Brasileiro Série D e perdeu de virada por 3 a 1.

O time de Vilhena, que foi comandado pelo Preparador Físico Leonardo Coelho, já que o treinador Felipe Romário não viajou com a equipe, pois, segundo informações, seu exame de covid-19 teria dado positivo,  fez um bom primeiro tempo e foi para a intervalo a frente no placar.

Os dois principais lances do primeiro tempo foram a defesa do pênalti aos 13 minutos pelo goleiro Gil, evitando que o Tubarão abrisse o placar; é o gol do Leão aos 37 minutos. Edilsinho cobrou falta forte, o goleiro Axel deu rebote e Lucas Bahia colocou o Vilhenense em vantagem.

O Bragantino voltou do intervalo com três alterações que melhoraram a equipe. O Vilhenense se defendia e tentava aproveitar os contra-ataques.

A pressão do time da casa deu resultado e aos 10 minutos chegou ao empate com Canga. Aos 33 o árbitro viu mão na bola do defensor vilhenense e marcou pênalti. Canga cobrou e virou o jogo para o time paraense.

Aos 44 minutos Tukinha parou com falta um contra-ataque do Bragantino, recebeu o segundo amarelo, foi expulso e desfalca o Vilhenense na segunda rodada. Após a expulsão de Tukinha, o Bragantino ainda fez mais um. Túlio fechou a conta.

Pela segunda rodada, o Vilhenense recebe o Ji-Paraná no Estádio Portal da Amazônia, no sábado, dia 26. Já o Bragantino viaja até o Acre para encarar o Atlético Acreano.