Rolim de Moura,

Entenda por que apuração de SP, Rio e outras cidades está atrasada
Em 2020, pela primeira vez, os dados foram todos enviados ao TSE, que ficou responsável por divulgar os resultados

Por r7
Publicado 15/11/2020
A A
FOTO: Roberto Jayme/ASCOM/TSE

As principais capitais do país, como Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, estão com a apuração dos resultados das eleições municipais atrasada. O mesmo cenário é observado em diversas cidades do país. A razão é uma mudança no processo de apuração dos votos neste ano.

Até 2016, todos os votos eram computados pelos TREs (Tribunais Regionais Eleitorais), revelados e depois enviados ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A partir de 2020,os dados da votação estão sendo totalizados pelo próprio TSE.

A expectativa era que com isso acelerasse a apuração, mas ocorreu o oposto. O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, explicou essa mudança na entrevista da noite de domingo.

"De fato, houve alteração e totalização foi centralizada no TSE. Desde o primeiro momento, não tive simpatia por essa opção que não foi tomada por mim. Por ser uma novidade, pode estar na origem da instabilidade que nós sofremos. A rede de transmissão de dados é fechada e não houve ataque", explicou.

O vice-presidente do TSE, ministro Edson Fachin, também falou sobre o assunto. "A centralização da totalização foi uma recomendação da área técnica. Preferimos optar pela segurança e higidez, que pela agilidade. O TSE está pagando o preço por ter feito uma opção pela segurança", justificou.

O presidente do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), desembargador Waldir Sebastião de Nuevo Campos, confirmou mais cedo que o problema da lentidão da totalização dos votos das eleições em São Paulo está no processador do TSE. Disse que o processador foi restaurado.

Para piorar a situação, houve um problema técnico, conforme descreveu Barroso: "Houve um atraso na totalização dos resultados por conta de um problema técnico. Um dos núcleos dos processadores de um dos supercomputadores falhou e precisou ser reparado. Amanhã espero poder dar a explicação técnica", disse.

Há pouco, o ministro Barroso informou, porém, que o TSE já recebeu "96% dos resultados vindos dos Estados e 77% já foram totalizados."

Fonte: r7