Rolim de Moura,

Vida longa pra cuidar bem do lixo urbano
Aterros sanitários da MFM Soluções Ambientais em Rondônia já receberam cerca de 80 mil viagens de caminhões compactadores de lixo e vida útil das obras pode chegar a 65 anos

Publicado 16/11/2020
Atualizado 16/11/2020
A A
Foto: Assessoria

O ‘Resiodômetro’ da MFM Soluções Ambientais marca cerca de 4.800.000 toneladas de lixo recebidas em seus três aterros sanitários em operação em Rondônia, até o dia 12 de novembro deste ano. O que corresponde a aproximadamente 80 mil viagens de caminhões compactadores lotados às unidades de Vilhena (Sul do Estado), Cacoal e Ji-Paraná (Centro) – desde a inauguração da primeira obra, em Vilhena, no ano de 2013.

Os números podem ser vistos por meio do próprio site da MFM (www.mfmambiental.com), que atualiza os dados em tempo real. E, todo dia, cada aterro sanitário da MFM pode receber 300 toneladas de resíduos urbanos. Contando a vida útil das unidades, podemos dizer que a destinação correta e o tratamento adequado do lixo urbano em Rondônia terão sobrevivência longa.

O Aterro Sanitário Regional de Vilhena, por exemplo, possui área com a possibilidade de expansão para uma vida útil de 65 anos. O Aterro Sanitário Regional de Cacoal tem previsão de operação para 50 anos e o Aterro Sanitário Regional de Ji-Paraná, mais 25 anos.

Tudo isso porque a MFM Soluções Ambientais mantém seu compromisso com o futuro, com responsabilidade e respeito ao meio ambiente. Tanto é que a empresa é a única rondoniense a ter aterros sanitários privados com licença de operação no Estado.

Amparada pela Lei nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), a MFM é parceira do Brasil no enfrentamento dos principais problemas ambientais, sociais e econômicos decorrentes do manejo inadequado dos resíduos sólidos.

As prefeituras, em especial, contam com uma empresa capaz de promover a qualidade de vida nas cidades. Diante dessa realidade, 28 municípios de Rondônia têm os aterros sanitários da MFM como destinos do lixo urbano produzido nas localidades. E mais três prefeituras do Estado do Mato Grosso também integram os serviços.

As unidades da MFM Soluções Ambientais em operação estão estrategicamente instaladas nas três maiores cidades no Eixo da BR-364 em Rondônia, o que marca a disposição da empresa em universalizar o atendimento no Estado.

Os aterros sanitários da MFM podem atender cerca de 70% dos 52 municípios rondonienses, sendo possível crescer ainda mais no trabalho de receber, dispor e tratar adequadamente os resíduos sólidos urbanos.

Uma prova de que o compromisso da MFM Soluções Ambientais com o futuro de Rondônia é uma missão focada no desenvolvimento e na construção de um lugar cada vez melhor para viver.

Para o nosso bem, por nossa gente.

Fonte: Assessoria de Imprensa