Rolim de Moura,

Sem negócios no Brasil, preço do milho segue elevado
As atenções seguem voltadas para o clima para a safra de milho de verão, especialmente Rio Grande do Sul e Santa Catarina, destaca a Safras

Publicado 21/11/2020
A A

O mercado brasileiro de milho manteve preços estáveis nesta sexta-feira, 20. parado em termos de negócios. As atenções seguem voltadas para o clima para a safra de verão. Como ressalta o consultor de Safras & Mercado, Paulo Molinari, o quadro é muito ruim especialmente no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, com um cenário de quebras irreversíveis devido ao clima seco.

No Porto de Santos, o preço da saca de milho ficou em R$ 74/83. No Porto de Paranaguá (PR), o valor da saca ficou em R$ 73/80 a saca.

No Paraná, a cotação ficou em R$ 78/80 a saca em Cascavel. Em São Paulo, o valor chegou a R$ 80/82 na Mogiana. Em Campinas CIF, o preço ficou em R$ 81/82,50 a saca.

No Rio Grande do Sul, a saca foi negociada entre R$ 88/90 em Erechim. Em Minas Gerais, a cotação foi de R$ 75/77 a saca em Uberlândia. Em Goiás, o preço esteve em R$ 71 – R$ 73 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, o valor foi de R$ 73/75 a saca em Rondonópolis.

Fonte: Canal Rural