Rolim de Moura,

Arroz: importações de fora do Mercosul ficam abaixo do esperado em novembro
No mês passado foram adquiridas 83 mil toneladas de arroz, bem abaixo da cota de 400 mil toneladas que podem ingressar sem tarifa

Publicado 05/12/2020
A A

Mesmo com a decisão do governo federal de zerar a alíquota de sobre o arroz de fora do Mercosul, para o produto em casca e beneficiado, até 31 de dezembro deste ano, as importações de países de fora do bloco foram tímidas em novembro. Foram adquiridas 56 mil toneladas dos Estados Unidos, 12 mil toneladas da Índia, 9 mil toneladas do Suriname e 6 mil toneladas da Guiana, destacam dados da Cogo.

De acordo com a consultoria, esses volumes somam apenas 83 mil toneladas (base casca) da cota de 400 mil toneladas que podem ingressar sem alíquota de importação no Brasil até 31 de dezembro deste ano. Na verdade, as importações de terceiros mercados e sem imposto de importação são inexpressivas em termos de suprimento doméstico.

A Cogo, ressalta, ainda, que varejistas e indústrias de diversos estados consultaram sobre preços e qualidade das opções de arroz importado fora do Mercosul, principalmente Estados Unidos, Índia e Guiana, mas entenderam que o tempo entre a chegada do produto no Brasil e a colheita da próxima safra, a partir de janeiro de 2021, estariam muito próximos. Isso elevaria o risco de ter o produto importado disponível a um preço acima do que estaria sendo praticado internamente entre dezembro deste ano e janeiro de 2021.

Fonte: Canal Rural

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?