Rolim de Moura,

Rolim de Moura
Acidentes domésticos: Comandante do Corpo de Bombeiro alerta para riscos, destaca meios de prevenção
“Segundo o Comandante dos Bombeiros Militares de Rolim, crianças e idosos são mais vulneráveis e correm risco mesmo dentro de casa.”

Por Bené Barbosa
Publicado 11/06/2019
A A
Fotos: Rolim Notícias

No Brasil, 37% dos acidentes envolvendo crianças e idosos acontecem no ambiente doméstico. Pelo menos cinco mil crianças morrem por ano  e 100 mil são hospitalizadas, vítimas de tipos diversos de eventos acidentais em casa.  O comandante do Corpo de Bombeiros Militares de Rolim de Moura, Capitão Natanailson  Luiz, ensina que casa onde tem criança o cuidado precisa ser redobrado. “Na cozinha é preciso que os pais fiquem atentos ao fogão. Canelas com cabos longos devem ser substituídas por recipiente tipo “caçarolas”, que tem cabos curtos. Bebês que começam a andar são naturalmente curiosos e é recorrente casos de queimaduras porque puxam panelas no fogão”, diz o experiente comandante, destacando também o risco de bacias grandes, baldes e caixas d’água cheias no quintal e sem proteção. “São ambientes favoráveis para afogamentos, se não tiver nenhum adulto atento”, observa ele.
    A cozinha também tem outro elemento muito perigoso – o botijão de gás. Segundo o comandante Natanailson as mangueiras e o registro devem ser verificados periodicamente, já que tem prazo de validade. “O ideal mesmo é a botija de gás fique longe do fogão, em área externa, com a mangueira passando por uma abertura na parede”, explica ele, lembrando que se o morador chegar em casa e sentir forte cheiro de gás não deve acender as luzes  (principalmente se usar lâmpadas antigas, do tipo incandescente) e retirar a botija de dentro de casa, abrindo portas e janelas para arejamento. Panelas de pressão também não  são confiáveis e precisam de manutenção freqüente nas válvulas de segurança e nas borrachas da tampa. “Quando o ar pressurizado não vaza de maneira correta a panela pode explodir, projetando-se para o teto e empurrando o fogão para baixo. Normalmente a destruição é grande e se alguém estiver perto sofrerá queimaduras graves,” descreve o capitão.
PARA IDOSOS, CUIDADOS E AMBIENTES ESPECIAIS
    Um ambiente doméstico adequado para idosos precisa ser adaptado para oferecer segurança. Locais que ficam com o piso sempre molhados, como lavanderia, área de serviço e banheiro devem ser revestidos com material cerâmico áspero, que dificulte escorregões. “É claro que a maioria das famílias brasileiras não tem condições de manter uma residência dentro dos moldes de segurança, mas é recomendável inclusive barras fixadas na parede ao lado do vaso sanitário e da pia, para que o idoso tenha apoio para sentar e levantar”, relata o capitão Natanailson.
    Por fim o comandante Bombeiro Militar ensina que máquinas de lavar roupa são também bastante perigosas e precisam de manutenção constante. Usar extensões é um risco, já que qualquer milímetro de fio desencapado pode energizar o piso, que quase sempre está molhado quando a lavanderia está sendo usada. “ Enquanto a máquina estiver ligada a pessoa não deve colocar a mão dentro da água para retirar alguma peça de roupa ou coisa parecida. Caso o equipamento esteja com algum defeito, por pequeno que seja, a água estará energizada e a descarga elétrica fica potencializada, podendo até matar, principalmente uma pessoa idosa”, orienta o capitão Natanailson.

 

Fotos: Rolim Notícias

Fonte: Rolim Notícias

Prevenção   ACIDENTES   domésticos   Corpo de Bombeiro   Alerta  

Mais em Rolim de Moura

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.