Rolim de Moura,

Rondônia
Dia dos namorados movimenta o comércio e terá terceira alta consecutiva nas vendas
Essa é a previsão da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

Por Mário Jensen
Publicado 11/06/2019
Atualizado 11/06/2019
A A
Foto: Reprodução

As vendas do comércio varejista para o Dia dos Namorados têm uma previsão de alta de 1,9% em relação ao ano passado, já descontada a inflação, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). 

Com este resultado das vendas será registrada a terceira alta consecutiva depois das amargas perdas durante a recessão econômica (-1,1% em 2015 e -4,9% em 2016, respectivamente). O Dia dos Namorados é considerado a sexta data comemorativa mais importante do calendário varejista brasileiro, devendo movimentar, neste ano, R$ 1,64 bilhão.

Em Rondônia, a expectativa, segundo o Departamento Econômico da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo-Fecomércio/RO é de uma movimentação de cerca de R$106,7 milhões. 

Embora uma pesquisa nacional da Boa Vista indique que os consumidores devem gastar em média R$ 292,00 nos presentes para seus companheiros, em Rondônia a média prevista é bem menor, cerca de R$ 156,00, embora haja uma previsão maior de aumento das vendas (2,3%) em relação ao ano passado.

Para o Vice-Presidente da Fecomércio/RO, Gladstone Frota, a expectativa de movimentação no comércio é positiva em face ao momento atual em que a economia do país vive. "Nosso comércio tem muitas opções para os consumidores de todos os estilos e gostos. Aproveite e não deixe de presentear a quem você ama neste dia especial", disse.

Vestuários e acessórios lideram o crescimento das vendas

Os produtos mais procurados, este ano, segundo sondagem nacional, devem ser  roupas com 25,6%, Perfumes 23%; Cosméticos, 17,1%, Calçados  14,9%; Joias, semijóias e/ou bijuterias 13,8%; Acessórios  11,6%; Chocolates 10,4%; Flores  8,1%; Eletrônicos 7,8%; Jantar romântico 5,6%; Pacote de viagens 3%; e Serviços estéticos 1,4%.

Segundo a CNC, o segmento de vestuário e acessórios deve ser o de maior crescimento, com uma alta prevista de 3,1% em relação ao ano passado. Este ramo deve movimentar R$ 611,0 milhões, ou seja, o equivalente a 37,4% da movimentação financeira total. 

Na sequência, o segmento de hiper e supermercados tem uma expectativa de movimentação financeira de R$ 553,1 milhões (+1,8% em relação a 2018), e artigos de uso pessoal e doméstico, como eletroeletrônicos, podem faturar R$ 243,4 milhões (+2,2%, também na comparação anual).

Para a CNC, o varejo deve continuar investindo em liquidações, oferecendo linhas de produtos a preços menores do que no mesmo período do ano passado, especialmente nos ramos de vestuário e cosméticos, tais como roupas femininas (-3,0%), tênis (-2,6%), artigos de maquiagem (-2,6%) e bolsas (-2,4%). Em contrapartida, os preços de serviços como excursões (+16,4%) estarão significativamente mais altos do que no mesmo período de 2018.


 

Fonte: Rolim Notícias com informações newsrondonia

Vendas   Dia dos namorados   movimenta   comercio   Alta   Rondônia  

Mais em Rondônia

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.