Rolim de Moura,
26°C

Cidades
Polícia realiza Operação Conjunta para prender os suspeitos de incendiar caminhão do Ibama
Operação Hefesto em Pacarana, distrito de Espigão D'Oeste.

Por Mário Jensen
Publicado 13/08/2019
A A
Fotos: Polícia Militar e Civil

Na manhã desta terça-feira, dia 13, em Pacarana, distrito de Espigão D'Oeste, a Polícia Militar e a Polícia Civil realizam Operação conjunta para prender os suspeitos de incendiar o caminhão do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) (RO) no mês de julho.

De acordo com as informações do, 4° Batalhão de Polícia Militar, que coordena a Operação Hefesto, mais de 100 policiais participam direta e indiretamente da ação hoje, que é feita em pelo menos três municípios de Rondônia.
Desde a madrugada, equipes percorrem propriedades da Zona Rural na tentativa de localizar os suspeitos de incendiar o caminhão que levava combustível para o Ibama, no distrito de Pacarana, em Espigão.
Ainda não foi divulgado quantos mandados de prisão e busca e apreensão estão sendo cumpridos. A PM deve realizar uma coletiva com a imprensa, ainda durante a manhã desta terça-feira, para informar o balanço da Operação Hefesto.

Incêndio a caminhão

O incêndio no caminhão-tanque do Ibama aconteceu no distrito de Boa Vista do Pacarana, em 4 de julho. A região onde ocorreu o incêndio fica próxima à Reserva Indígena Roosevelt.

Um vídeo feito na época mostra o caminhão pegando fogo e as chamas intensas alimentadas pelo combustível que estava sendo transportado.

Depois do incêndio ao caminhão, o ministro Ricardo Salles, do Meio Ambiente, esteve em Espigão e conversou com madeireiros. Na ocasião, ele disse não acreditar que o ataque tivesse sido feito pela categoria.


 

Fonte: Rolim Notícias com informações G1 RO

Incêndio   caminhão do Ibama   Operação Conjunta   Hefesto   ESPIGÃO D'OESTE   Pacarana   Rondônia  

Mais em Cidades

Notificações

Se você gostou do nosso conteúdo, podemos lhe enviar notificações push sobre postagens selecionadas.