Rolim de Moura,
19°C

Rondônia
Procon Rondônia alerta empresas com atividades essenciais para que evitem aglomerações e atendam normas sanitárias
Quanto maior a distância entre fregueses, melhor para evitar o contágio

Publicado 19/05/2020
Atualizado 19/05/2020
A A
Foto: Paulo Sérgio e Edcarlos Carvalho

Para funcionar na primeira fase da execução do Decreto 25.049/2020, assinado pelo governador Marcos Rocha, empresas de Rondônia com atividades essenciais têm que cumprir o padrão sanitário estabelecido, oferecendo álcool em gel 70% e exigindo o uso de máscaras pelos clientes.

O coordenador do Procon estadual, Ihgor Rego, alertou no sentido de impedir a disseminação do vírus: “Consumidores devem evitar levar os filhos ao supermercado”.

Da mesma forma, as vagas nos estacionamentos devem se reduzir à metade, ele explicou:

“Se um supermercado tiver duzentas vagas deverá interditar a metade e intercalá-las, a fim de evitar grande fluxo de pessoas”, o coordenador.

O Procon Estadual começou a notificar empresas que não se adequarem ao novo decreto instituindo o distanciamento social controlado durante a pandemia da Covid-19.

Na última semana, a fiscalização do órgão notificou estabelecimentos com atividades essenciais, autorizados a funcionar, para que adotem as providências estabelecidas pelo Decreto. A fiscalização à aplicação da Lei prossegue nesta semana.

Atividades da primeira fase deverão obedecer as regras sanitárias estabelecidas no art. 11 do Decreto:

a) açougues, panificadoras, supermercados e lojas de produtos naturais;
b) atacadistas e distribuidoras;
c) serviços funerários;
d) hospitais, clínicas de saúde, clínicas odontológicas, laboratórios de análises clínicas e farmácias;e consultórios veterinários e pet shops;
f) postos de combustíveis, borracharias e lava-jatos;
g) oficinas mecânicas, autopeças e serviços de manutenção em geral;
h)serviços bancários, contábeis, lotéricas e cartórios;
i) restaurantes e lanchonetes localizadas em rodovias;
j) restaurantes e lanchonetes em geral, para retirada (drive-thru e take away) ou entrega em domicílio (delivery);
k) lojas de materiais de construção, obras e serviços de engenharia;
l) lojas de tecidos, armarinhos e aviamento;
m) distribuidores e comércios de insumos na área da saúde, de aparelhos auditivos e óticas;
n) hotéis e hospedarias;
o) segurança privada e de valores, transportes, logística e indústrias;
p) comércio de produtos agropecuários e atividades agropecuárias;
q) lavanderias, controle de pragas e sanitização ; e
r) outras atividades varejistas com sistema de retirada ( drive-thru e take away) e entrega em domicílio (delivery).

Fonte: Secom - Governo de Rondônia

Marcos Rocha   Governador Marcos   Sanitário Estabelecido   Oferecendo álcool   Padrão Sanitário   Procon Estadual   Ihgor Rego   Decreto   Atividades Essenciais   Consumidores Devem  

Mais em Rondônia

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?