Rolim de Moura,

Aos 65 anos, idoso realiza sonho de pilotar avião em Rondônia
Valdir Antônio era presidente do aeroclube de Porto Velho há dois anos, e decidiu também encarar o desafio de pilotar. Um dos maiores incentivadores foi o filho, que já tem o brevê.

Publicado 17/08/2020
A A

Aos 65 anos, e com muitos sonhos pela frente, Valdir Antônio de Vargas decidiu mudar de profissão. Depois de dois anos como presidente do aeroclube, convivendo com as máquinas, ele conseguiu na última semana uma realização que vinha aspirando há muito tempo: pilotar um avião.

A paixão pelos ares não é nova. Depois de anos sonhando, decidiu, aos 65, que faria o curso de piloto privado. A idade não foi empecilho e ele chegou para as aulas com vontade e coragem.

"Nada para mim é difícil. Eu acho que tudo eu posso ainda. Apesar de estar fazendo 66 anos, eu acho que eu posso fazer as coisas, então eu não vejo nenhuma barreira. Eu sempre tive em mente que eu tenho que dar exemplo para os meus filhos e meus netos. Não tem limite a idade", afirma.

Ele foi um dos maiores incentivadores do filho Valdir Junior para a carreira de piloto há mais de dez anos, e quando chegou a hora de contar para a família que também ia fazer o curso, recebeu de volta todo esse incetivo.

"É um reconhecimento do que a gente já sabia que ele queria. Quando ele manifestou que queria fazer o curso, queria botar em prática, toda a família incentivou porque nós percebíamos que era uma coisa que ele gostava. Eu tirei o meu brevê há mais ou menos quinze anos e na época ele foi um grande incentivador de eu fazer o curso. A gente percebia na época que ele já gostava, que era uma paixão antiga", conta o filho.

Os amigos gravaram o vídeo do tradicional banho de óleo, que marca o final do curso de piloto privado no aeroclube de Porto Velho. Com essa etapa concluída, resta esperar mais dois ou três meses para ter o brevê em mãos, que o vai habilitar a, quem sabe, voar ao lado do filho.

"Nunca é tarde para realizar o sonho. Acho que ele é um grande exemplo, orgulha muito a família. Com certeza nós vamos fazer muitos voos, com pai e filho comandando a aeronave juntos", comemora Valdir Junior.

Fonte: G1 RO