Rolim de Moura,

Em dobradinha das Mercedes, Hamilton lidera 1º treino livre na Hungria
Nesta sexta-feira, a equipe alemã fez a dobradinha na primeira sessão de treinos livres no autódromo de Hungaroring, em Budapeste

Publicado 17/07/2020
A A

Depois de duas etapas no circuito Red Bull Ring, que recebeu os GPs da Áustria e da Estíria, a Fórmula 1 está na Hungria para a terceira corrida da temporada de 2020. E pela terceira vez seguida o domínio segue com as Mercedes. Nesta sexta-feira, a equipe alemã fez a dobradinha na primeira sessão de treinos livres no autódromo de Hungaroring, em Budapeste, com o inglês Lewis Hamilton na frente do finlandês Valtteri Bottas.

O hexacampeão mundial, que elogiou muito o modelo W11 que está sendo utilizado neste ano, não precisou fazer muita força para liderar o treino livre. Mesmo com pneus duros, Hamilton marcou 1min16s003, ficando 0s086 na frente de seu companheiro de equipe, que fez o seu melhor tempo (1min16s089) com os compostos médios. Ambos completaram 37 voltas e foram os que mais rodaram nesta atividade.

As duas colocações seguintes ficaram com a Racing Point, que vem mostrando ter um carro confiável e rápido neste início de temporada. O terceiro lugar ficou com o mexicano Sergio Perez, que está sob a pressão de perder o seu lugar em 2021 para o alemão Sebastian Vettel, de saída da Ferrari. Ele cravou 1min16s530, sendo 0s527 mais rápido que o canadense Lance Stroll, o último na casa de 1min16s com 1min16s967.

A surpresa do primeiro treino livre ficou com a quinta posição da Renault do australiano Daniel Ricciardo, que fez o tempo de 1min17s200. Ele ficou à frente dos dois carros da Ferrari, que mostraram um melhor rendimento em comparação às duas etapas anteriores na Áustria. Vettel foi o sexto colocado com 1min17s238, seguido pelo monegasco Charles Leclerc, que marcou 1min17s404.

Em uma amostra dessa evolução, as duas Ferraris ficaram na frente dos dois carros da Red Bull. O holandês Max Verstappen não passou do oitavo lugar, com o tempo de 1min17s435, enquanto que o tailandês Alexander Albon foi apenas o 13.º. O Top 10 da sessão ainda teve o britânico Lando Norris, da McLaren, na nona colocação, e o francês Esteban Ocon, da Renault, em 10.º.

Algumas equipes, como a Renault e a Alfa Romeo, aproveitaram os primeiros 90 minutos de treinamento para testar as suas atualizações. Para a equipe suíça, isso levou ao retorno do polonês Robert Kubica ao cockpit. Após andar no primeiro treino livre do GP da Estíria no lugar do italiano Antonio Giovinazzi, nesta sexta-feira ele ocupou o carro do finlandês Kimi Raikkonen.

O segundo treino livre será disputado a partir das 10 horas (de Brasília) desta sexta-feira, mesmo horário da sessão de classificação no sábado. A largada do GP da Hungria está agendada para as 10h10 de domingo.

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?