Rolim de Moura,

Hospitais do interior estão com UTIs 100% ocupadas; situação em Porto Velho é crítica

Publicado 31/12/2020
A A
Foto: Reprodução/Vídeo

As UTIs dos hospitais do interior, que atendem pacientes com Coronavírus estão 100% ocupadas, segundo anunciou o secretário de saúde Fernando Máximo, em um vídeo divulgado nas rédeas sociais na noite desta quarta-feira (30). Em Porto Velho, o Centro de Reabilitação de Rondônia (CERO), foi reativado para atender pacientes infectados com a doença. Máximo citou o exemplo de Cacoal, que está com lotação máxima e disse que hospitais privados contratados e ainda os disponibilizados por prefeituras, estão cheios.

De acordo com o secretário, o CERO foi montado exclusivamente para pacientes com Covid-19, estruturado com 30 leitos de UTI e 23 clínicos. “Essa é a nossa última opção”, disse Fernando Máximo.
O secretário explicou que os leitos de UTI cridos pelo Estado, que atende a segunda macro da região de Rondônia, estão completamente lotados. “Os hospitais privados que contratamos também estão cheios”, afirmou.

No município de Jaru, Ji-Paraná e Ariquemes, as UTIs exclusivas para pacientes com Coronavírus estão 100% lotadas, segundo Fernando Máximo. Em Porto Velho, a situação não é diferente, as UTIs do Cemetron, Hospital de Base e Samar, que atendem infectados com a Covid-19, estão 100% ocupadas. “Alguns hospitais privados ainda tem vagas, mas são poucas e vem diminuindo a cada dia. Isso significa que mesmo as pessoas que tem condições de pagar a particular, ou que tem plano de saúde, neste exato momento estão tendo dificuldade de conseguir vagas de UTI”, disse o secretário.

Ainda na capital, a ocupação de leitos de UTI da Unidade de Assistência Médica Intensiva (AMI) e Hospital de Campanha, chegaram a 85%.

O secretario voltou a alertar a população sobre os cuidados básicos de saúde, destacando a importância do uso da máscara e álcool em gel. CONFIRA O VÍDEO:

Fonte: Rondoniagora

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?