Rolim de Moura,
32°C

Sem Dudu, Palmeiras testa protagonismo de Willian
A busca do técnico Vanderlei Luxemburgo teve seu primeiro capítulo na última quarta-feira (22), no clássico com o Corinthians, marcado pela derrota palmeirense por 1 a 0

Publicado 25/07/2020
A A

O Palmeiras voltou à disputa do Campeonato Paulista com uma indefinição em relação ao jogador que irá assumir o protagonismo do time depois da saída de Dudu, que acertou com o Al-Duhail, do Qatar. Diante da situação, o atacante Willian passou a dar mostras de ser um forte candidato ao posto.

A busca do técnico Vanderlei Luxemburgo teve seu primeiro capítulo na última quarta-feira (22), no clássico com o Corinthians, marcado pela derrota palmeirense por 1 a 0. No jogo, o treinador escalou Willian na posição que era desempenhada por Dudu, por dentro no meio-campo, com chegada constante ao ataque.

Nessa posição, Willian jogou com mais liberdade para criar, sem a incumbência de marcar o lateral adversário. No começo do jogo, quase fez um gol de cobertura, mas a bola bateu na trave. Na etapa final do dérbi, Willian passou a atuar pelos lados, depois que Luxemburgo trocou Zé Rafael por Lucas Lima no intervalo. O Palmeiras, então, passou a atuar com um meio-campista por dentro.

Pesam a favor de Willian a sua própria trajetória no clube. O atacante é um dos atletas mais antigos do elenco. Contratado em 2017, é o maior artilheiro do atual grupo, com 46 gols - ele é o terceiro maior goleador do clube neste século, atrás de Vagner Love (54 gols) e Dudu (70 gols).

A esperança de Luxemburgo é justamente que um jogador que era coadjuvante com Dudu no elenco se torne protagonista. O Palmeiras, dessa forma, não precisaria recorrer ao mercado da bola para suprir a falta da sua maior estrela nos últimos cinco anos e meio.

"Alguém vai chamar a responsabilidade, alguém vai ter de colocar a cara para fora, chamar o jogo. Ou com alguma contratação, ou um jogador que era mais acanhado. A gente não sabe quem vai ser, Vamos tentar ajustar a equipe e encontrar o melhor esquema. Vou caminhar, vai surgir alguma coisa de talento que vai aflorar", disse o treinador em entrevista concedida na semana passada.

O plano de Luxemburgo é manter Willian por dentro, como articulador e chegada mais livre para concluir na área. O Palmeiras, com isso, teria dois atletas rápidos pelos lados, função que seria de Rony e Gabriel Veron. Luiz Adriano ficaria na referência do ataque.

"Temos de ver como vai funcionar, uma pena que não vi Veron e Rony juntos. Quero ver como vai funcionar. Não vi anda, tenho que ter calma e ver como as coisas podem acontecer para saber da necessidade de contratação ou não", disse Luxemburgo após a derrota para o Corinthians.

Já classificado às quartas de final do Paulistão, o Palmeiras soma 19 pontos no Grupo B e está a um do Santo André. Os palmeirenses recebem o Água Santa, no Allianz Parque, na última rodada da fase de grupos, enquanto o time do ABC Paulista enfrenta o Ituano no Canindé. Os duelos serão neste domingo (26), às 16h.

PALMEIRASWeverton; Marcos Rocha, Felipe Melo, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Bruno Henrique, Patrick de Paula e Zé Rafael; Willian, Rony e Luiz Adriano. T..: Vanderlei Luxemburgo

ÁGUA SANTAGiovanni; Luis Ricardo, Bruno Costa, João Paulo e Peri; Wellington Reis, João Vitor e Luan Dias; Dadá, Caio Dantas, Lucas Silva. T.: Toninho Cecílio

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)Horário: 16h deste domingo (2)Árbitro: Douglas Marques das FloresTransmissão: pay-per-view

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?