Rolim de Moura,

Governo de Rondônia inaugura Centro de Treinamento da Polícia Penal e oferece curso com métodos de referência nacional
O Centro de Treinamento da Polícia Penal é composto inclusive de stand de tiro

Publicado 10/12/2020
Atualizado 10/12/2020
A A

O Governo de Rondônia dá um salto na profissionalização e fortalecimento da segurança dos estabelecimentos penais com a inauguração do Centro de Treinamento da Policia Penal (CTPP) ocorrida na manhã desta quinta-feira (10). A estrutura construída utilizando 100% de mão de obra apenada, comporta a princípio dois espaços para instrução e stand de tiro, e já inicia a capacitação com o curso de Atendimento Pré-hospitalar Tático (APH), utilizando métodos de referência nacional.

‘‘A concepção desse centro foi gerada na época quando o governador Marcos Rocha era secretário de Justiça, e o planejamento foi seguido, e agora nós temos o primeiro Centro de Treinamento da Polícia Penal do Estado que vai possibilitar com que Rondônia tenha cada vez mais o policial penal capacitado e preparado para fazer aquilo que a sociedade espera que é colaborar para um sistema penitenciário mais eficiente’’, afirma o secretário de Estado da Justiça, Marcus Rito.

Ainda de acordo com o secretário, o Centro faz parte da política de Governo do coronel Marcos Rocha focada na diretriz de melhoria do Sistema Penitenciário e também da valorização do servidor penitenciário. Marcus Rito destaca também que a ideia é que a estrutura se torne ainda mais completa, incluindo futuramente quadra poliesportiva, academia, alojamento, a sede da Escola Estadual de Serviços Penais e simulação de penitenciária para treinamento dos policiais.

A solenidade de inauguração do Centro foi prestigiada pelo superintendente da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), Jobson Bandeira, que como agente penitenciário de carreira acompanha e apoia o fortalecimento do sistema.
‘‘Estou muito feliz em ver esse sonho realizado, agradeço ao nosso governador Marcos Rocha que ainda como secretário deu autorização para que isso acontecesse, e a partir daí juntamos força dos policiais penais que se envolveram com essa ação, e agora temos esse Centro que vai ajudar na qualificação de nossos policiais’’, considera.

Segundo a Sejus, o Centro de treinamento foi um trabalho realizado em conjunto com Governo do Estado, que contou com apoio, inclusive do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) que fez a terraplanagem e ainda com recurso de emenda parlamentar no valor de R$ 120 mil do deputado estadual Anderson Pereira.

O centro está localizado na Estrada da Penal, após o Centro de Detenção Provisória (Antigo Urso Branco).

CAPACITAÇÃO

O primeiro curso a ser aplicado no novo espaço é o de Atendimento Pré-hospitalar Tático (APH), focado na intervenção rápida em recinto carcerário.

O curso tem carga horária de 20 horas, e será direcionado para servidores que atuam em intervenções táticas, para que desta forma consigam operar em ambientes hostis como rebeliões e motins.

A diretora da Escola Estadual de Serviços Penais da Sejus, Ana Cláudia Serafim Campos, explica que o curso é voltado para emergências médicas em combate e será ministrado por três instrutores de Santa Catarina. ‘‘Quando algum servidor ou apenado for acometido por algum incidente de emergência médica, eles vão saber atuar para salvar vidas’’, afirma.

Ela ainda contou que os policiais penais, antes precisavam solicitar de outros órgãos espaço para o treinamento, e agora é um grande ganho ter um local específico para a capacitação deles. A escolha por instrutores de Santa Catarina também foi justificada. ‘‘Foi feita visita técnica a Santa Catarina para conhecer os cursos que eram aplicados e pela capacidade técnica existente e por isso foram convidados os instrutores para ministrar o curso em Rondônia’’, garante.

De acordo com o instrutor e policial penal de Santa Catarina, Valdenir Feder, o curso de Atendimento Pré-hospitalar Tático foi instituído na Secretaria desde 2013 após diversos anos de busca das melhores referências do país, e é aplicado na formação inicial dos policias e também em formação continuada.

O curso será realizado em dois dias para cada uma das três turmas de 16 alunos, sendo a primeira turma capacitada nos dias 10 e 11, a segunda nos dias 14 e 15 e a terceira nos dias 16 e 17.

”No primeiro dia será repassada a parte teórica e no segundo dia haverá os simulados da área de escolta e intervenção dentro e fora da cadeia. Esse curso capacita o policial penal a realizar atendimento a vítima em confronto armado seja em rebelião dentro da unidade prisional ou na escolta externa no transporte de presos, pois são situações que muitas vezes a equipe convencional como Samu e Corpo de Bombeiros não conseguem adentrar devido o confronto, assim o policial penal poderá atender internos dos sistema prisional ou mesmo colega de trabalho’’, informa.

O instrutor ainda avaliou como positiva a iniciativa do Governo de Rondônia com a inauguração do Centro de Treinamento. ‘‘Rondônia está de parabéns, é uma excelente estrutura, observamos que ao longo dos anos estão trabalhando fortemente com a questão da educação e investindo cada vez mais. Isso demonstra que estão no caminho certo, percebemos esse desenvolvimento e o futuro com certeza será brilhante’’, considera Feder.

HOMENAGEM

De acordo com a Sejus, o Centro de Treinamento foi batizado com o nome de Thiago Baldaia dos Santos em homenagem deste servidor, policial penitenciário que, em vida, foi exemplo para a corporação, em especial ao Grupo Operacional de Ações Penitenciárias – GAPE, onde atuou com destaque em sua prontidão e prestatividade.
Thiago também contribuiu na fase inicial da construção do CTPP. A esposa do policial homenageada compareceu à solenidade e recebeu uma réplica da placa de inauguração do Centro.

Fique ligado!

Quer receber nossas notificações?